Berto retorna ao pódio após ano de lesões e superação: "foi especial"

Berto retorna ao pódio após ano de lesões e superação: "foi especial" Foto: Divulgação

Poucos pilotos devem ter tido sensação tão boa quanto a de Danilo Berto ao cruzar a linha de chegada na 2ª etapa da Copa Pirelli. De moto e equipe novas para o SuperBike Brasil 2019 – o piloto agora corre pela PRT - Pitico Race Team –, o #83 superou praticamente um ano inteiro de lesões e traumas e voltou a conquistar um troféu.

E a ocasião para Berto retornar ao pódio não poderia ser melhor – a última vez que tinha participado de premiação foi na 1ª etapa da Copa Pirelli 2018, em fevereiro. O piloto, que alcançou o terceiro lugar na SuperBike Extreme, teve o triunfo justamente na etapa que, um ano antes, o afastou das pistas devido a um acidente.

“Eu tentei não dar muita ênfase que estava completando um ano do meu acidente para não aumentar a pressão em cima de mim. À medida que eu consegui fazer as ultrapassagens, chegar no fim da corrida, eu ia imaginando a bandeirada e de novo subir ao pódio. Exatamente na 2ª etapa da Copa Pirelli. Não poderia ser nem antes, nem depois, tinha que ser justamente na qual me acidentei. Foi especial, foi a certeza de que tudo valeu a pena. Valeu a pena superar as dores, as críticas. A sensação que a moto traz compensa isso tudo. Então foi perfeito”, disse.

“Eu queria muito completar a prova pra ter a certeza que eu podia fazer aquilo de novo, sem me envolver em acidentes. Conseguir ser rápido e seguro. Fui cauteloso, e um terceiro lugar para mim ficou de bom tamanho. Expectativa para o ano é fazer uma temporada segura, estável, e tentar, sim, estar no lugar mais alto. Ser competitivo, mas buscando a segurança acima de tudo”, acrescentou.

Danilo Berto teve uma lesão em março do ano passado, quando corria justamente a 2ª etapa da Copa Pirelli. Ele, então, passou por três cirurgias e precisou ficar afastado das disputas na motovelocidade por quase um ano por conta de múltiplas fraturas na tíbia e na fíbula. Em seu retorno ao SBK, na 8ª e última e etapa de 2018, em dezembro, acidentou-se na segunda corrida da rodada dupla e também abandonou a prova.

“Realmente pensei em parar depois da última etapa do ano passado. Bem no meu retorno, de novo comigo. Uma moto falhou bem na minha frente, e eu não tive tempo de reação. Eu questionei, sim, se eu deveria continuar ou não. Mas a vontade de me superar, de viver aquela sensação de novo, de saber que era possível, me deu forças para continuar. Foi mais difícil superar a última queda de dezembro do que a queda de março”, revelou.

Apesar do ano extremamente difícil, Berto saiu fortalecido de tudo que enfrentou, seja no âmbito esportivo, seja no âmbito pessoal. “Foi o ano inteiro de superação, imaginando o retorno. Foi muito difícil, mas eu evolui muito como pessoa, como piloto, me aproximei muito de Deus. Isso me fez querer ainda mais dar a volta por cima”, completou.

Agora, pilotos e equipes se preparam para a 1ª etapa do SuperBike Brasil, no dia 24 de março, em Interlagos. Garanta seu ingresso e acompanhe de perto mais um início de temporada do maior campeonato de motovelocidade das Américas.

1
2
3
4
5
Previous Next
6
7
Previous Next

Facebook

Instagram

Tweets

Tá chegando a hora! Ainda não garantiu o seu ingresso para a 1ª etapa do Superbike Brasil? Então presta atenção no… https://t.co/Y4Qt0MtAxO
Hoje o recado é do Piloto Felipe Macan #54! Ele é mais um piloto que estará presente na 1ª etapa do SuperBike Bras… https://t.co/CVR316dY57
A área VIP do SuperBike Brasil traz uma experiência especial para o fã de motovelocidade! Além de um ambiente sofis… https://t.co/jW7cQJyKmr
Quer espetáculo? Então se prepare porque a Força & Ação vem aí! A equipe de manobras radicais retorna ao SuperBike… https://t.co/irleG6EoiZ
Follow SuperBike Brasil on Twitter

Flickr