Notícias

Quem ficará na ponta após a 3ª etapa do SBK Brasil? Veja todos os cenários

As duas primeiras etapas do SuperBike Brasil deram uma amostra de como será a disputa na categoria madrinha nesta temporada: corridas cada vez mais acirradas e diversos pilotos na briga pela primeira colocação do campeonato.

Diante deste cenário, queremos saber: quem terminará a 3ª etapa de 2019 na liderança geral? Arrisca um palpite? Vale lembrar que a SuperPole garante um ponto extra ao dono da melhor volta no sábado.

Fizemos um levantamento com todas as possibilidades para a etapa do dia 26 de maio, em Interlagos.

Confira o cenário para cada piloto:

Anthony West

Com 41 pontos ganhos, o australiano da Kawasaki Racing Team venceu a corrida de estreia e faturou um terceiro lugar na 2ª etapa. Com isso, lidera o torneio e tem a “vida mais fácil” para continuar no topo. Basta ao Gringo (#13) cruzar a linha de chegada na segunda colocação que a liderança estará garantida.

Maximiliano Gerardo

Outro gringo vem logo na sequência. Com 33 pontos, o uruguaio da Motonil Motors comprovou que está forte na briga pelo título da SuperBike. O #41 pode alcançar 59 pontos caso vença e faça o tempo mais rápido no sábado, e, para superar o #13, precisa torcer para que o rival chegue no máximo em terceiro (West ficaria com 57 pontos neste cenário).

Alex Barros

O piloto mais experiente da categoria também está na briga. Alex Barros (#4), o Vovô, correu no sacrifício na última etapa e terminou apenas em sétimo. Apesar disso, ele soma 29 pontos e segue firme na briga. O piloto da Alex Barros Racing consegue chegar aos 55 pontos se fizer um fim de semana impecável. Desta forma, ele assume o topo se West terminar em quarto e Gerardo no máximo em segundo.

Eric Granado

O atual bicampeão do SuperBike Brasil vive situação parecida. Depois de ter de abandonar a primeira corrida por problema mecânico, Eric Granado (#51) corre para recuperar o prejuízo. Com 27 pontos ganhos, o piloto da Honda Racing Brasil atinge no máximo 53 pontos no dia 26 de maio.

Eric assumiria a liderança se West completasse em quinto, enquanto Gerardo e Barros na segunda posição (neste cenário, Eric e Gerardo empatariam com 53 pontos cada, mas o #51 assumiria a ponta no critério de desempate já que teria duas vitórias).

Pedro Sampaio

Com um ponto a menos que o seu companheiro de equipe, Pedro Sampaio também depende de uma boa combinação na 3ª etapa. O #28 pode chegar a 52 pontos se dominar o fim de semana. Desta forma, ele teria de torcer para que West chegasse em sexto, Gerardo em terceiro e Barros e Granado em segundo.

Danilo Lewis

Também com chances, mas mais remotas, o #17 da Tecfil Havoline Racing Team precisa torcer para uma série de fatores para assumir a liderança. Além de somar os 26 pontos em jogo, que o deixaram com 50 pontos, ele dependeria que West terminasse em oitavo, Gerardo em terceiro, enquanto Barros e Granado em segundo.

Bruno Corano

Último piloto da categoria madrinha com chances reais de assumir a ponta ainda na 3ª etapa, Bruno Corano precisaria do seguinte cenário. Vencer a prova, faturar a SuperPole e chegar aos 43 pontos.

Desta forma, West não poderia completar a prova, Gerardo teria de chegar em sétimo, enquanto Barros e Granado no máximo em quarto.

Foto: Sampafotos