Notícias

Vitória, liderança e presença do filho: Bortolini comemora resultado em Goiânia

Márcio Bortolini (#37) está acostumado às vitórias no SuperBike Brasil. O triunfo em Goiânia foi o segundo do piloto da Sulina Racing na temporada da Evolution 1000cc. Esse, no entanto, foi especial. O motivo: a presença de seu filho.

Quando Bortolini cruzou a linha de chegada e retornou aos boxes, lá estava João Victor. O garoto de seis anos vibrou e posou para fotos ao lado do pai. Era a primeira vez que os dois haviam viajados juntos para uma etapa do maior campeonato de motovelocidade das Américas.

“Tive um final de semana difícil. Na sexta andei mal, a moto estava impossível de tocar. No sábado, já para o classificatório, decidi trocar a suspensão traseira e graças a Deus deu certo, a moto ficou na mão e o resultado acabou vindo. Essa etapa foi especial, pois meu filho me acompanhou. Foi a primeira vez que ele foi somente comigo para uma etapa”, contou o piloto.

A presença de João Victor deu sorte ao pai. Com a vitória na capital goiana, Bortolini abriu vantagem na liderança de sua categoria. Após quatro etapas, ele lidera com 87 pontos – sete de vantagem para Felipe Comerlatto (#186), segundo colocado.

O curioso é que, embora tenha sido uma espécie de amuleto para Márcio, João Victor não é um fã de moto – o garoto prefere as corridas de kart. A última vez que o pequeno Bortolini havia assistido a uma corrida do pai, ele tinha apenas três anos.

Apesar da vantagem na ponta do campeonato, o piloto Bortolini destaca a competitividade em seu primeiro ano na Evo1000. No ano passado, ele foi campeão da SuperBike Light.

“Me adaptei muito rápido aos pneus slick. Baixei meu tempo tanto em Interlagos como em Goiânia. Acho que estou competitivo, meus adversários são muito bons também. Destaco o Veríssimo e o Comerlatto, acredito que as disputas serão acirradas até o fim do campeonato”, acrescentou.

Foto: J Capreti