Notícias

Vitórias e inspiração em Barros: Alex Penholato se destaca em início da SuperSport Escola

O SuperBike Brasil parecia um sonho distante para Alex Penholato (#83). Mas neste ano o piloto da Spiga/MB Racing encarou o desafio de acelerar no maior campeonato de motovelocidade das Américas e vive uma realidade que surpreende até ele próprio: duas vitórias consecutivas na SuperSport Escola.

Assim como muitos pilotos que ingressam na categoria Escola, Alex iniciou sua trajetória em track days. Foi ano passado, após uma conversa com amigos, que ele vislumbrou a possibilidade de disputar o SuperBike Brasil.

“No ano passado fiz alguns amigos em Indaiatuba e, em um track day, falamos de montar uma equipe para andar no SBK. Na primeira vez que conversamos, parecia que era brincadeira, ninguém levou a sério. Parecia algo muito distante. Fomos conversando e conseguimos estruturar a equipe. Graças a Deus está dando tudo muito certo, vamos participar do campeonato inteiro em 2019”, contou o piloto de 35 anos.

“Fiquei muito feliz de ter ganhado as duas corridas. Sinceramente, eu não esperava. Esperava disputar entre os quatro primeiros e, quem sabe, ganhar. O que está sendo legal é que da primeira para a segunda corrida consegui melhorar muita coisa. Vejo que ainda tem muita coisa para melhorar. Vou continuar trabalhando nisso, ver os pontos que preciso melhorar e colocar isso em prática”, acrescentou.

Além disso, Alex Penholato se inspira em grandes nomes do campeonato em sua primeira experiência no SuperBike. Ele é fã de Alexandre Barros desde o tempo que o “Vovô” competia na MotoGP e divide o box com José Luiz Teixeira “Cachorrão”, que integra o grid principal do evento.

Para Penholato, os dois servem de motivação para que ele busque cada vez mais evolução nas pistas.

“Sempre fui apaixonado por moto, desde criança. Torcia muito para o Alexandre Barros na época da MotoGP e torço muito por ele ainda no SuperBike”, disse. “O que me incentiva é o grupo que formamos. Temos o Cachorrão na equipe, tomamos ele como uma referência. Os amigos também, um incentivando o outro. Eu, particularmente, olho o Alex Barros com 48 anos disputando, o Cachorrão também. É de olhar e pensar, o cara está lá com 48 anos disputando, também preciso chegar nessa idade com esse pique, fazendo essas coisas. Tomo isso como incentivo. Graças a Deus, estou gostando muito.”

Por fim, o piloto busca se aprimorar a cada etapa do campeonato, mas, acima de tudo, quer continuar se divertindo a cada corrida.

“A experiência com o SuperBike tem sido muito boa. É um evento organizado e muito seguro. Nós, da categoria Escola, somos um pouco privilegiados. Antes dos treinos e corridas, temos os briefings. Conseguimos trocar ideia com pilotos mais experientes. Às vezes ficamos com dúvidas, e esses briefings servem para aprender um pouco mais”, destacou.

“Minha expectativa para a temporada é melhorar a cada etapa, ver o que dá para acertar na moto. Trabalhar fisicamente e mentalmente, para sempre estar bem no dia da corrida e sempre brigar pela vitória. Acho que o mais importante de tudo é continuar se divertindo e aí, se Deus quiser, ser campeão dessa categoria”, finalizou.

Pilotos e equipes se preparam para a 3ª etapa do SuperBike Brasil, que será realizada no dia 26 de maio, em Interlagos. Garanta seu ingresso antecipado pelo site da Ticket Fácil e acompanhe de perto todas as emoções do maior campeonato de motovelocidade das Américas.

Foto: 2Soul Photos