Notícias

Grandes rivalidades: Eric Granado x Max Gerardo

Rival, oponente, adversário. Esses e muitos outros adjetivos são utilizados quando uma boa disputa é travada, quando uma rivalidade é acirrada, a ponto de sair faísca. O Portal do SBK acessou aos arquivos do maior campeonato de motovelocidade das Américas para trazer algumas das maiores rivalidades do SuperBike Brasil. Especialmente hoje, reviveremos as disputas entre Eric Granado e Max Gerardo.

O primeiro pé de guerra nos leva de volta à 2019. Logo na primeira etapa, após sobrar nos treinos classificatórios, garantindo a pole, Eric abandona a corrida ainda na primeira volta devido à problemas em sua moto. No entanto, na segunda etapa sediada em Interlagos, com direito à chuva, os pilotos Anthony West, Granado e Gerardo trocavam de posição enquanto lideravam o primeiro escalão, até que o atual campeão desponta na quinta volta para garantir a vitória, enquanto o uruguaio terminou na segunda colocação. Ambos entravam na briga pelo título da temporada e nascia ali, uma das maiores rivalidades da competição.

O que poucos sabem é que ambos se enfrentavam há muito tempo, em categorias de menores cilindradas. Quando ainda surgia como um jovem talento, em 2016, o brasileiro faturou o título da SuperSport com ampla vantagem do segundo colocado, Maximiliano. Neste ano, o estrangeiro havia perdido simplesmente todos os embates pessoais para o líder do campeonato. Na oitava etapa, o confronto foi tão acirrado, que ambos os pilotos postaram em suas redes sociais falando sobre a corrida.

“Duas vezes P1 hoje no Autódromo de Goiânia! Sétima vitória consecutiva na temporada 2016. Muito obrigado a toda a equipe GST Granado Sport Team pelo grande trabalho em todo o fim de semana. Vencemos na chuva e no seco, foi demais!”, publicou Eric Granado, enquanto Gerardo lamentou.

“Hoje dois segundos lugares na 8ª etapa do SuperBike Brasil. Na primeira corrida, a vitória nos escapou por apenas 0,001s com piso molhado e liderando grande parte da prova. Na segunda, com piso seco, mas chovendo um pouco durante a corrida, não tive um bom ritmo. Estávamos positivos e acreditávamos estar muito perto da vitória. Agora é continuar o trabalho para a próxima”.

Assim como em 2016, três anos mais tarde Eric seria campeão. Porém, desta vez, pela principal categoria, título que já havia conquistado nos dois anos anteriores. O que mudou, na verdade, foi que Max terminou apenas na quinta colocação, com 99 pontos de distância.