Notícias

Sucesso na formação de pilotos, projeto Jr. Cup se estende à estaduais SBK

Gaúcho adere à formação de jovens pilotos e prepara categoria para o ano que vem.

O projeto Jr. Cup foi idealizado e criado por Bruno Corano em 2013. A categoria, que é integrada por jovens pilotos entre 8 e 16 anos, começou no SuperBike Brasil e, aos poucos, seu idealizador vem fazendo com que se proliferem nos campeonatos regionais. O SBK Gaúcho, atualmente organizado pelo piloto e instrutor Leandro Rad, é a mais recente competição estadual a aderir este projeto.
A Jur. Cup é a primeira categoria criada para a formação de jovens talentos. Visando ensinar todos os conceitos e técnicas de pilotagem, ela também auxilia na formação do jovem com controle das emoções, medos, insegurança, disciplina e comunicação. Hoje, é a categoria que mais forma pilotos a nível nacional.
Segundo o idealizador do projeto, Bruno Corano, a ideia é que a Jr. Cup seja estendida aos demais estaduais. “Começou esse ano no Campeonato Gaúcho, que é do Rad, um grande amigo meu. Que foi meu aluno e correu comigo por alguns anos. Depois disso ele montou a escola dele no Sul, dando muito certo, o que o fez assumir a competição estadual”, introduz, Bruno, antes de concluir.
“Hoje, ele está fazendo o regional da Jr. Cup. Em breve, pretendemos começar no Campeonato Estadual do Rio de Janeiro (SuperBike RIO) e, com isso, quem sabe teremos vários regionais de Júniors espalhados pelo país, e os melhores estarão no SuperBike Brasil, que é o campeonato nacional”.
Para Leandro Rad, a ideologia de uma categoria para jovens pilotos é a mesma que vem dando certo no SuperBike Brasil. “A ideia é trazer uma safra nova, trazer uma molecada e lapidar eles desde pequeno. Isso demanda muito tempo, investimento e uma série de outras coisas. A gente acreditou no projeto, teve o apoio do Bruno Corano, responsável pelo SuperBike Brasil, que nos viabilizou inicialmente as motocicletas”, explica.
Além disso, o organizador do estadual gaúcho, tem bons planos para o futuro. “Já estamos formando turma. Temos três, quatro alunos com treinamento frequente e a ideia é já os preparar para o ano que vem e termos essa categoria no SBK Gaúcho, além de linkar eles no SuperBike Brasil”, explica.